Inflação da Cesta Básica em Varginha fica em 7,26%

unnamed (1)

O Grupo Unis e a ACIV (Associação Comercial, Industrial Agropecuária e Serviços de Varginha) realizaram a segunda pesquisa para apontar o valor da cesta básica de Varginha. “Nesse mês em que realizamos a segunda coleta de preços, foi possível determinar que o índice de inflação ficou em 7,26% entre os meses de maio e junho. A primeira coleta de preços ocorreu no dia 11/05 e a segunda no dia 08/06, adotando assim o padrão de coleta na segunda sexta-feira de cada mês ou o mais próximo desse dia”, explica um dos coordenadores da pesquisa, Prof. Pedro dos Santos Portugal Júnior.

O CEPI, Centro de Empreendedorismo, Pesquisa e Inovação do Unis é quem realiza o estudo. O Índice de custos da cesta básica, denominado como ICB – CEPI/UNIS, segue a metodologia que o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) adota para a pesquisa nacional da cesta básica de alimentos. O índice é importante para permitir uma comparação entre os dados levantados em Varginha com os dados nacionais, bem como, servir como importante dado econômico para trabalhadores, empresas, entidades, academia e poder público.

Os resultados apontam o valor da cesta básica nacional de alimentos para o sustento de uma pessoa adulta em Varginha. A pesquisa aponta o valor de R$377,12, o que representa 42,97% do salário mínimo líquido. “Nesse sentido, o trabalhador que recebe um salário mínimo precisa trabalhar 86 horas e 58 minutos por mês para adquirir essa cesta de alimentos para o seu sustento”, ressalta Prof. Pedro.

Foram pesquisados os mesmos produtos que compõem a cesta nacional do DIEESE e nas quantidades indicadas para a Região 1, que inclui São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal. Itens como carne bovina, leite, feijão, arroz, farinha, batata, legumes, pão francês, café em pó, frutas, açúcar, óleo de soja e manteiga foram pesquisados. Para ter acesso à pesquisa, clique aqui

Deixe uma resposta