Índice de Confiança do Comércio de Varginha caiu no segundo trimestre

WhatsApp Image 2018-07-04 at 10.14.06A Associação Comercial de Varginha realizou no mês de junho a segunda pesquisa de Índice de Confiança do Comércio de Varginha- ICCOM-VGA. O objetivo da pesquisa é mostrar o nível de confiança do empresariado da cidade no cenário atual e futuro.

O índice é realizado trimestralmente, criando assim um histórico sobre o humor e as expectativas do empresariado local. A pesquisa é de grande importância para o comércio de Varginha, sendo uma importante ferramenta para os empresários que poderão compará-la com os indicadores nacionais e estaduais, e planejar melhor seus negócios.

A metodologia inspirada na Fundação Getúlio Vargas, apresenta três situações: confiança em baixa (abaixo de 100), estável (igual a 100) e confiança em alta (acima de 100).  O ICCOM-VGA foi realizado em mais de 30 segmentos e atingiu a pontuação de 87,58 e apurou que o empresariado está com baixa confiança. Na pesquisa realizada no primeiro trimestre, o índice estava com 92,92 pontos, uma queda de 5,34 pontos. De acordo com o relatório os principais componentes que levaram a queda na confiança foram a economia nacional, vendas e investimento.

Segundo o relatório de conclusão, o IC Futuro apresenta melhores resultados do que o IC Atual, mas desta vez, ambos em patamares negativos. Em suma, o empresariado se mostra desconfiado e suas expectativas do primeiro trimestre não foram atingidas, o que o deixou mais atento para os próximos meses. Com base nestas informações empresas da cidade podem guiar suas estratégias para os próximos meses, buscando maior assertividade nas suas decisões. Um cenário menos otimista deve alertar o empresariado, que deve se empenhar nos controles internos e na diferenciação de produtos e serviços para atrair novos clientes e manter fiéis os atuais.

A próxima pesquisa será realizada no mês de setembro. Os empresários que quiserem mais detalhes da pesquisa podem fazer download do material no site da ACIV (www.aciv.com.br).

Deixe uma resposta